Santa Cruz faz homenagem colorida e divertida para o artista Grande Otelo

Vestida de Charles Chaplin, bateria da escola arrancou gritos do público.

Agremiação mostrou história do artista, que completaria 100 anos em 2015.

Segunda escola a entrar na avenida neste sábado (14), na segunda noite de desfiles da Série A, a Acadêmicos de Santa Cruz fez uma homenagem a Grande Otelo. Com o enredo "O pequeno menino se tornou Grande Otelo", a escola mostrou na Marquês de Sapucaí a história do artista, que completaria 100 anos em 2015.

A verde e branco trouxe um desfile colorido e criativo para tentar buscar colocações melhores que nos últimos carnavais. O carro abre-alas trouxe o circo, criando a atmosfera mágica da lona e do picadeiro na Sapucaí. A segunda alegoria trouxe o cassino, representando o palco de grandes espetáculos da época em que Grande Otelo despontava no teatro de revista.

A bateria, que veio vestida de Charles Chaplin, arrancou gritos do público com fumaça e danças. Os efeitos que chamaram atenção na apresentação foram feitos com extintores carregados por integrantes da escola. A rainha de bateria da escola, Jaqueline Maia, veio com uma fantasia que mostrava a paixão pelo cinema.

As alas trouxeram a musicalidade, a religiosidade ao som do atabaque, o teatro de revista, as Noites Cariocas, macunaíma, além de outros personagens interpretados pelo artista. O último carro da escola fez uma homenagem ao prata da noite. A escola veio com 19 alas, quatro carros alegóricos e 2.400 componentes.

Compartilhe

Comente